Eu tô cansada

de respirar. de precisar sair da cama todos os dias. de não ter motivação. de não conseguir esperar nada. de assassinar friamente expectativas. de não ter amor no coração. de não saber o que procurar. de sair todos os dias sem rumo. de dar voltas e voltar ao mesmo local. de encarar o espelho e sentir ódio. de querer e nunca conseguir. de então decidir matar o desejo. de sufocar muito a ponto de nem saber o que se quer. de chorar com a desculpa esfarrapada de que alivia. de beber para abstrair. de não conseguir passar da segunda lata. da dor de estômago. da queimação de nervoso. da rinite sem limites. da vontade de dormir, igualmente sem limites. da vontade de jogar as chaves de casa fora para não precisar mais sair. de não ter satisfações. de me menosprezar. de abobalhar meus progressos mínimos. de dar murro em ponta de faca. das quedas. de bater a cabeça na parede. de acumular calos e escoriações. de ter brincado de destruir bússolas e não ter norte. de não sentir coisas boas. de não sentir meus pulmões enchendo de ar enquanto corro. de não querer sair da água, pois é o único momento possível de desligamento. de não querer sair. de não ser nada. de não querer ser nada. de não ver acontecer. de não acontecer. de insistir sem ter fé alguma.

eu tô cansada.

aitocansada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s